International Poster Journal of Dentistry and Oral Medicine
Login:
username:

password:

Plattform:

Forgotten password?

Registration

Int Poster J Dent Oral Med 18 (2016), OMD/PDA     15. Jan. 2017
Int Poster J Dent Oral Med 18 (2016), OMD/PDA  (15.01.2017)

Supplement, Poster 1079, Language: Portuguese/English


Primeiro pré-molar maxilar com 3 canais
First Maxillary Premolar with 3 Canals

Paixão, Sara
Caso clínico: Paciente do sexo masculino, caucasiano, 53 anos, referido pelo seu dentista generalista, por não conseguir localizar os canais. O dente apresentava uma terapia endodôntica iniciada e foi diagnosticada uma periodontite apical sintomática.
O plano de tratamento consistiu na realização do tratamento endodôntico com bom prognóstico e posterior colocação de poste e coroa devido à grande destruição coronária.
Foi realizada a abertura camaral modificada em forma de T, para identificar os canais vestibulares e o palatino. O comprimento de trabalho foi determinado com um localizador electrónico de ápex e a instrumentação foi realizada com o sistema ProtaperNext. Foi realizada uma irrigação copiosa com hipoclorito de sódio a 5% e realizou-se a obturação do sistema de canais com recurso a técnicas termoplásticas.
Discussão: A incidência de 3 canais em pré-molares maxilares é baixa (0.5 e 6%), variando no segundo pré-molar entre 0,3 e 2%. Ocorrem maioritariamente em população caucasiana e são quase inexistentes em população asiática. É necessário realizar radiografias pré-operatórias centradas e anguladas, de forma a detectar a anatomia interna bem como o número de raízes. O recurso à tomografia computadorizada cone beam é também aconselhado na detecção de uma anatomia pouco usual.
Conclusões: Através da correcta cavidade de acesso neste tipo de anatomia, bem como do auxílio do microscópio operatório, os 3 canais foram identificados e tratados. Uma boa planificação, associada ao conhecimento anatómico, a um bom diagnóstico, bem como o recurso à magnificação, permitem o êxito deste tipo de tratamentos.

Clinical case: Male patient, caucasian, 53 years, referred by its general dentist, because he could not find the canals. The tooth presented an initiated endodontic therapy and it was diagnosed with symptomatic apical periodontitis.
The treatment plan consisted in endodontic therapy, with a good prognosis, followed by the realization of a post and crown, due to the big coronal destruction.
The T-shaped modified access cavity was done, to identify the 2 vestibular canals and the palatal one. The working length has been determined with an electronic apex locator and the instrumentation has been done with ProtaperNext system. It has been done a copious irrigation with 5% sodium hypochlorite and the obturation has been done with thermoplastic techniques.
Discussion: The incidence of 3 canals in maxillary premolars is low (0.5 - 6%), varying in the second premolar between 0.3 and 2%. It occurs mainly in caucasian population and it's almost nonexistant in asian population. It's necessary to do preoperative radiographs both centred and angulated, in order to detect the internal anatomy, as well as the number of roots. The use of cone beam computerized tomography is advised in the detection of a less usual anatomy.
Conclusions: Through the correct access cavity in this type of anatomy, as well as the use of the operating microscope, the 3 canals were identified and treated. A good planification, associated with anatomical knowledge, a good diagnosis, and the use of magnification, allow the success of this type of treatments.

Keywords: pré-molar maxilar, 3 canais
maxillary premolar, 3 canals


Conference/Exhibition:
25th Annual Meeting of the Portuguese Dental Association
10.-12. November 2016
Exponor, Porto, Portugal